De mim: Para mim

♡♡♡

Acabo por nunca estar a eliminar as causas, apenas os meros efeitos. Parece que tudo o que é obrigatório apenas é politicamente correto. Do mesmo modo, o que é plasmado na minha mente apenas resulta de censura recorrente. Desconheço-me em todas as banalidades, frivolidades e senso-comum. O que é feito da espontaneidade?

A vida não passa de uma mentira, excepto, quando temos consciência que somos só aquilo que a nossa sinceridade nos define.

♡♡♡

Catarina

15673043_1201970736516603_6901450213392597506_n

 

Anúncios

Página 89 do meu diário

♡♡♡

Nunca me senti tão exposta como agora. Ao contrário de outros, esses sim, exibicionistas crónicos. Cada texto meu é uma biopsia, uma dissecação comentada sem gravador. Não consigo deixar de pensar que cada pessoa que sorri para mim na rua sabe das minhas convicções mais íntimas. Confesso, tenho mais vergonha delas do que abrir a porta ao carteiro de pijama.

Sinto falta de guardar as minhas convicções no caderno preto, na mesa de cabeceira.

♡♡♡

9ba4a1f194aa2bd5cb20b90516bf15ad

E sim fui, eu também fui uma princesa bailarina

♡♡♡

Quando era pequena, lembro-me de calçar os sapatos da minha mãe. De certeza que fizeste o mesmo com as gravatas do teu pai. Não digo que tenhas usado os vestidos da tua mãe, mas até seria algo muito engraçado de imaginar. Eu lembro-me de vestir as camisas do meu pai, de esconder os braços e dizer às pessoas que os tinha perdido. Eu dormia com todos os bonecos de peluche existentes em casa, dei um nome a cada um deles, não podia correr o risco  de algum ficar ofendido. Eu lembro-me que acordava muito cedo de manhã e, caminhava estilo 007 pelos corredores só para correr para o sofá da sala, ser a primeira a escolher o canal de televisão [coisa de ter irmãos]. Às vezes era apanhada, outras, escondia-me atrás das portas [Mas nunca ficava muito tempo, tinha sempre uma vontade louca de fazer xixi]. Depois, à noite, fingia estar a dormir só para o meu pai me levar ao colo para a cama. E a hora do banho? Vais-me dizer que nunca fizeste penteados com o shampoo a imitar o batatoon?

Sabes T, às vezes basta fechar os olhos e desejar com muita força. Não te lembras de desejar o mundo no tecto do teu quarto? Eu imaginava as estrelas e tinha tanta vontade que um dia a fada dos dentes me deu umas de colar, brilhantes. Talvez se fechares os olhos e desejares com muita força todo o universo conspire a teu favor. Talvez te sussurre levemente. Imagina que é um beijo meu.

Quando era pequena lembro-me de tudo ser mais simples. Passava horas a cozinhar e a brincar na minha casa de bonecas, não sabia o que era isso das responsabilidades. Eu costumava pensar que a lua seguia o carro e que no fim do arco-íris tinha duendes. Os meus desenhos preferidos eram os teletubbies e o meu monstro do armário, o mais fofo e azul, monstro das bolachas. Naquela altura cabia em todo o lado a jogar às escondidas, até mesmo em cima do balcão a mexer café e a fazer de conta que era gente grande [enquanto a minha mãe chamava por mim e fazia de conta que não me via]. Já para não falar que tudo era objecto semelhante a uma folha de papel. Acredita, os sofás lá de casa foram a minha melhor obra de arte. Adorava ser a minha mãe só para ver a minha cara muito pouco credível de juro não fui eu mamã. E sim fui, eu também fui uma princesa bailarina.

Lembras-te de ser criança e desejar ser grande? Não sei T, o que havia na nossa cabeça?

♡♡♡

Eu, Catarina

8d8ca17d07afe827d2800717ec7eca2e

coisa-fofa23

Página 1 de 365

♡♡♡

Posso ser uma explosão de cores, amores e sabores e, após um suspiro transformar em riso o meu mundo de cinza calmo e melancólico. Porque o meu mundo é assim mesmo, ambíguo e irremediavelmente inconstante. Posso não saber muito bem por onde ando, mas sei exactamente onde quero chegar. Foi nesta altura que me apercebi que um dos meus momentos mais felizes foi quando ganhei coragem para deixar ir aquilo que não conseguia mudar.

Então eu disse de frente para o espelho:

-Que seja doce. Não prometo. Sinto cheio de ser.

Espero repetir o mesmo todas as manhãs, nem que seja num ritual compulsivo para dar sorte.

♡♡♡

Eu, Catarina

b2cf122e3acd5296528108ee0ccd4716

coisa-fofa23

[Tenho saudades tuas e sinto muito a tua falta]

♡♡♡

Tenho saudades tuas e sinto muito a tua falta. A verdade é que nada aconteceu como tínhamos planeado e agora tudo não passa de uma história que tento lembrar todos os dias antes de adormecer. Eu era demasiado nova “quando te tornaste numa estrela”. Parece infantil, mas a mais adequada forma de falar de morte a uma criança ainda hoje me serve de consolo. Assim sei que não foste a lado nenhum, apenas és outra coisa num universo de coisas e talvez seja isso que acalma a raiva que tenho e a vontade de dizer a toda a gente como o mundo é injusto e leva quem não deve.

Não sabes como é doloroso saber que não posso voltar atrás e crescer contigo. Entrar num mundo que já não me pertence só para brincar ao faz de conta mais uma vez. Depois de ti parece que nunca mais consegui sentir a dor de perder alguém. Depois de ti fiquei apenas eu com memórias que aos poucos ganham pó, espaços brancos, vazios que não consigo preencher.

Agora sei que não existe nenhuma regra especifica para isto. Não há quem diga por onde começar e a escolha de mudar ou ficar tudo como está é somente minha. Não há um tempo que nos pare ou que nos faça deixar de sentir aquilo que nunca sentimos antes. E calmamente o cenário muda de cor e os momentos passam em rodapé como algo que talvez se adapte ao momento, à situação. Talvez a morte seja apenas um termo abordado disparatadamente. Talvez seja por isso que deixei de escrever estes dias.

Mas sou feliz [sei que era isso que querias para mim].

♡♡♡

Eu, Catarina

2d4d891a859875ab427aa2e71abb72d4

coisa-fofa23

Sou um traumatismo feito de mergulhos em pessoas rasas

♡♡♡

Ele parecia estar decidido a mudar as minhas regras. Em fazer as suas próprias regras. Em construir um forte  e a esconder-me do mundo. Nunca me pareceu tão errado como agora. Mas talvez fosse isso que mais me deslumbrava. Ele ia quebrando as regras sem nunca ser preso, sem eu nunca o conseguir parar. Eu sabia que estava errado, que ele estava errado. Ele era o maior infractor de todos. E eu a maior burra de todas. Ele é daquele tipo de pessoas que nos invade a mente aos poucos, conquista território e depois vai embora.

Talvez a errada seja eu. É automático. Talvez seja intensa de mais. Achei que não passávamos  de duas pessoas confusas sem saber em que direcção ir. Uma pessoa tão perdida quanto eu. De alguma forma parecia que estávamos unidos e eu forçava aquela união como um instinto de sobrevivência. Fiz de tudo para construir uma consciência inconsciente de mim mesma. Afinal, na procura do improvável, do excepcional, entrei por caminhos que não eram meus.

[Não quero ser] Sou um traumatismo feito de mergulhos em pessoas rasas. Um erro comum de supor em vez de perguntar. Estou farta do essa do é para sempre. [É o sempre até deixar de ser].

Ele ainda era mais vazio do que eu.  Algo maior que eu. Uma caixinha de surpresas. Foi ele quem quebrou o meu vazio silêncio eterno e vestido de despidos pensamentos.

[E ainda bem].

♡♡♡

Eu, Catarina

b1a09a4b19086c71318e3c9635611c86

p.s: Coragem não é ausência de medo. É ser mais forte que ele.

coisa-fofa23